• comercial@arquiconsult.com
  • (+351) 218 205 610
| quinta, 16 agosto 2018 |

As empresas captam ou criam talentos?

Porque gerir talentos é uma expressão em voga e uma das mais importantes premissas da gestão atual, vale a pena refletir, sobre como detetamos o talento.


O talento é inato ou pode ser cultivado? As organizações, per si, criam talentos ou criam condições para que estes se desenvolvam?

Atrair e recrutar novos elementos é uma tarefa que ocupa mais de 50% do tempo dos profissionais de Recursos Humanos e, talvez, a que apresenta mais desafios para o Gestor de RH. E desses desafios contamos com a escassez de recursos em algumas áreas, a mudança de mindset dos jovens, a adequação dos mais velhos à digitalização do negócio, a emergência de novos modelos de negócio, a necessidade de uma gestão multigeracional e a capacidade das empresas criarem ‘employer branding’.


Porque o talento, enquanto apetência interna, precisa de ser estimulado, as organizações devem desenvolver práticas que fomentem desempenhos excelentes e o surgimento de novos e constantes talentos. E aqui talvez resida uma das formas das organizações superarem algumas das dificuldades de recrutamento.

Longe está o tempo em que, acima de tudo, se valorizava a competência técnica, agora, outros fatores são tidos em conta como, trabalho em equipa, grau de envolvimento, capacidade de comunicação ou determinação e proatividade na execução de novas tarefas.

Claro que há pessoas que nascem com capacidades excecionais, que as fazem distinguir-se entre muitos, mas bons profissionais com talento estão por todo o lado e cabe às organizações criar mecanismos para os descobrir.


Então como podem as empresas criar talentos e não apenas captá-los?

Deixo aqui algumas sugestões:

  • Proporcionar formação e desenvolvimento pessoal;
  • Estar atento às necessidades das suas equipas;
  • Reter através da mobilidade interna;
  • Adotar sistemas de compensação baseados em sistemas de desempenho;
  • Promover a criatividade;
  • Conceber fluxos de comunicação internos que sejam realmente eficazes;
  • Criar uma cultura organizacional que promova o bem-estar e estimule uma boa relação nas equipas de trabalho.

Como é que a sua organização capta e cria os seus talentos? Não deixe de partilhar a sua visão!


Conheça mais sobre o Employee Portal

Saber Mais

Ler 669 vezes Modificado em quinta, 16 agosto 2018

Testemunhos