MICROSOFT PERMITE-LHE UMA INTEGRAÇÃO TOTAL

Skip to content

MICROSOFT PERMITE-LHE UMA INTEGRAÇÃO TOTAL

Nenhuma aplicação isolada é capaz de cobrir todas as necessidades de qualquer organização. É por isso que os conectores do seu sistema ERP/CRM com as soluções de software circundantes são tão importantes. Basicamente, tem duas opções: interligar as soluções autónomas e uma integração completa numa só plataforma. Para o seu sucesso a longo prazo, é importante prestar atenção a esta diferença. Especialmente quando procura uma solução ERP ou CRM totalmente nova para substituir a sua solução atual. Escolher uma solução Microsoft garantirá a melhor integração possível para a sua organização.

Atualmente, é impossível cobrir todas as necessidades de TI de qualquer organização com apenas uma aplicação. E isso, claro faz sentido uma vez que a área financeira é completamente diferente da produção, como a área analítica da gestão comercial. Historicamente, muitas empresas adquiriram soluções com uma espécie de mentalidade “autónoma”. Ao selecionar uma nova ferramenta, o foco estava nas funções e características necessárias de uma área específica. E nunca na integração com as outras soluções existentes. Como consequência temos uma fraca conectividade entre soluções.

Devido à posição dominante no mercado, qualquer fornecedor de um ERP/ CRM oferece algum tipo de ligação com o Office 365. Ou Microsoft 365, conforme a designação atual. A questão coloca-se no nível de integração. É uma ponte entre duas ilhas? Possibilita troca de informações unidirecionais ou bidirecionais? Em tempo real?


A Microsoft decidiu, há alguns anos, afastar-se da conceção de ‘stand-alone solutions’. A empresa construir o caminho para integrar realmente estas soluções numa plataforma cloud inteligente.
Para facilitar este processo e assegurar a continuidade a longo prazo, a empresa decidiu também integrar as suas várias equipas de desenvolvimento. O resultado é que a integração atual entre Dynamics 365 ERP/CRM e Office 365/Dynamics 365 é realizada desde a fase de desenho. E é a isto que chamamos “integração total”.

A vantagem para os clientes atuais e futuros da Microsoft é uma integração a um nível muito mais profundo. Pense em efetuar as funções Dynamics 365 diretamente do Outlook sem sair do Outlook. E comparar isso com a ligação entre o Office 365/Dynamics 365 e qualquer solução não-Microsoft que muitas vezes não é muito mais do que ligar duas soluções autónomas.

Conclusão: quando selecionar a sua próxima atualização de software ou a nova solução ERP/CRM, faz sentido incluir também aspetos de integração nos requisitos de procura. E estar ciente das diferenças entre uma integração genérica e uma integração total.