MICROSOFT NO TOPO DA INDÚSTRIA TECNOLÓGICA

Skip to content

MICROSOFT NO TOPO DA INDÚSTRIA TECNOLÓGICA

A Microsoft tem sofrido uma enorme transformação nos últimos anos, enquanto empresa e organização. Por volta de 2013, a Microsoft era considerada como uma espécie de fornecedor de TI da velha guarda. Um grande fornecedor com uma posição forte e claro, uma grande base de clientes! Mas também uma organização bastante lenta, que frequentemente respondia tardiamente às exigências de um mercado em mudança. Após vários anos acidentados e desafiantes, a empresa está agora a mostrar uma vez mais a sua força.

A nomeação de Satya Nadella como novo CEO em 2014 acabou por ser o início de uma mudança radical. Ele substituiu alguns veteranos por novos gestores com ideias novas e a coragem de mudar as coisas. Do lado do produto, ele introduziu a estratégia “primeiro a Cloud, primeiro a mobilidade” que era bastante progressiva naqueles dias. Mas a melhor contribuição de Nadella foi no domínio da cultura interna da empresa. Ele desafiou a organização a passar de uma cultura do “saber tudo” para uma cultura do “aprender tudo”. A sua liderança foi eficaz na demolição de silos internos e ele foi um forte promotor de uma melhor cooperação. Nadella implementou uma ‘mentalidade de crescimento ‘ em escala!

Mas apenas uma nova mentalidade não pode conduzir a um crescimento sustentável. Enquanto concorrentes como a Apple, Google e Facebook colocavam a sua energia em processos judiciais e nos media, a Microsoft manteve um perfil relativamente baixo de ao mesmo tempo que vê as suas cotações subirem mais de 600 por cento desde 2014. A empresa esculpiu silenciosamente um nicho em serviços Cloud, software e hardware. E, desta forma, voltou ao topo da pirâmide da tecnologia. Em junho de 2021, A Microsoft tornou-se a segunda empresa americana cotada na história a atingir uma capitalização de mercado de 2 triliões de dólares.

Satya Nadella viu o potencial para a tecnologia se tornar na base para as empresas no mundo todo. A Microsoft revelou uma nova declaração de missão: “capacitar todas as pessoas e todas as organizações do planeta a alcançar mais”. Hoje em dia, isto é trazido à vida através de serviços como a Cloud Azure, que mantém milhões de pessoas ligadas. Está disponível em 52 regiões, alimentando sistemas de gestão de serviços hídricos em Tóquio, serviços educacionais em Londres ou empresas de comércio eletrónico na África do Sul.

Do lado das aplicações empresariais, a Microsoft mudou a sua oferta em apenas alguns anos de um vasto conjunto de aplicações autónomas para uma impressionante plataforma integrada de nuvem inteligente que conquista os corações dos atuais e potenciais clientes.

A Microsoft tem hoje uma identidade mais clara do que alguma vez teve. Apesar de se manter afastada das capas de jornais e dos fatos antitrust, a empresa desenvolveu um conjunto de produtos que cumpre a sua declarada missão. Embora a Microsoft tenha levado 33 anos desde a sua oferta pública inicial para atingir o seu primeiro trilião de dólares em 2019, o trilião seguinte levou apenas dois anos. E não há indicadores que este crescimento esteja brevemente a chegar ao fim.

Portanto, se procura um fornecedor de TI que o possa ajudar a crescer e a navegar nos emocionantes anos que se avizinham, no mundo imprevisível de hoje, a Microsoft é definitivamente o parceiro a considerar.